quarta-feira, dezembro 13, 2006

ESTÁDIO DE S.LUÍS

O Estádio de São Luís foi mandado construir em 1922 por Manuel Santo (um emigrante regressado da América) que, levado pelo entusiasmo grande da época, e face à falta de um recinto desportivo digno da cidade de Faro naquela altura, adquiriu um terreno no "espaldão", perto da Igreja de S. Luís, com uma superfície de cerca de 12750 m2, para aí edificar o "Santo Stadium" (primeiro nome dado ao estádio, por ser Manuel Santo o seu proprietário).

Os planos da época tinham previstas todas as comodidades possíveis para o público e, além de bancadas, contemplavam paralelamente a construção de camarotes, além de preverem e tomarem medidas para a prática de vários desportos. O estádio previsto foi dos primeiros em Portugal a ser construído com características específicas para o fim em vista.

O "Santo Stadium" abriria as suas portas pela primeira vez ao público em Maio/Junho de 1923, e segundo notícia publicada em 21 de Setembro de 1924, o Farense decide em Assembleia Geral, contratar com o proprietário do "Santo Stadium" o arrendamento do campo, para onde seriam transferidos os jogos do clube.

A partir de 1930 passa a designar-se de "Campo de São Luís", em detrimento da antiga designação.

A 25 de Novembro de 1942, o estádio é adquirido por Eusébio Tomás Lopes e quinze anos mais tarde, em 14 de Dezembro de 1957, é lavrada escritura que transfere o estádio para a autarquia municipal, por permuta com outros terrenos. A Câmara Municipal de Faro mudou então o nome para "Estádio Municipal de São Luís", unicamente devido à sua posição geográfica.

Em 1960 são inaugurados os balneários novos e electricidade, e em 1971 foi inaugurado o relvado.

Em 1990 recebeu obras de ampliação e melhoramentos tendo em vista a recepção do Mundial de Juniores de 1991, realizado no nosso país.

Em 1997 foi demolido o peão e construída a "Bancada Nova".

7 comentários:

Anónimo disse...

Passei lá muitas horas da minha vida.Umas tristes,mas muitas alegres.Agora...

jorge disse...

Lembro por exemplo nos anos 90, uma vitória frente ao FcPorto por 1-0 com um golo de cabeça do Hugo. E também aquela goleada histórica ao Benfica, por 4-1,

Anónimo disse...

Um estádio mítico que durante vários anos recebeu as melhores equipas do pais e ainda tivemos um jogo da UEFA com uma equipa que agora dá cartas em França.
A romaria à "bola" já estava assimilada pela nossa cidade. Desde o anúncio durante o aquecimento para o jogo que o 1.º a marcar pelo Farense ganhava um Kg de camarão, à entrada das equipas com o nosso Hino "Á vitória Farense à vitória", ao gelado - "olhó gelado" que era atirado vários metros pelas bancadas, ao som inssurtecedor de quando nós marcávamos (quase sempre em cima da hora...) e depois em unissono o célebre "está na hora" para o árbitro fazem parte do imaginário de qualquer jovem farense da altura!

100% farense disse...

Então e quem se lembra da existência de uma TV pirata em Faro que transmitia os jogos do Farense? Durante os jogos era bem audível " O Tá na Hora!", quando estavámos perto do fim a ganhar pela margem mínima. E as correrias do Ramirez junto à vedação a insultar os fiscais de linha! E a Bela a gritar : "Farense, Farense, Vamos ao Golo!". Grandes Momentos!

Anónimo disse...

Mais algum tempo e vão ver o que está lá!!!!

FarenseFan disse...

Pois, parece que o velhinho S.Luís tem os dias contados, mas se formos a ver bem, Sporting, Befica e Porto também mandaram abaixo os velhos estádios para fazerem novos, e se o saneamento financeiro do clube passar por aí, pois que se avançe com a obra!

Anónimo disse...

E uma pena este estadio ir a baixo passei muitas boas tardes e noites muitas vitorias um estadio que vai deixar muitas saudades

ass nuninho